sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Prosaico


Amei, de verdade,
diz-me a bela
adormecida

Sobre as palavras
ladrilhadas
sem pedrinhas de brilhantes
para vê-la despertar.

Pensava nisso
sentado na amurada
da Penha enquanto
meu sorvete de amendoim
derretia no cascalho.

3 comentários:

  1. A realidade sempre é maior que a fantasia...
    E o seu talento que a realidade :)
    beijosss

    ResponderExcluir
  2. Talvez, a bela adormecida não tenha despertado ainda. Poema prosaico e belo.

    ResponderExcluir
  3. Uma princesa sempre faz estragos...quando desperta.

    Talvez o sorvete se vertesse sobre o cascalho deitado sobre as pedrinhas brilhantes da realeza.

    A magia do pensamento é real, tanto quanto a ilusão do ser-se.

    beijinhos prosaicos.


    ResponderExcluir