sexta-feira, 21 de março de 2014

À chegada do outono



nas escarpas do silêncio
sem pergaminhos
escorregam
palavras navegáveis

centelhas, 
clarão, 
coisas vãs
e uma lúbrica casa vazia
ancorada na pedra

flutuam à minha frente
estilhaçando
a sede trançada em cipós

e queimando
estão os teus lábios róseos
entre 
a luz das amoras e o tendão de Aquiles

o que eu não faria
por uma noite
                         de alento no teu corpo
com a chegada do outono?

(José Carlos Sant Anna)  

Visite o meu outro blog 
www.duvidasaquilinasblogspot.com.br 

Visite o site da Quarteto Editora 
www.editoraquarteto.com.br





10 comentários:

  1. Tantas delícias entre a luz das amoras e o tendão de Aquiles...
    Gostei muito, José Carlos.
    Querido amigo, beijo!

    ResponderExcluir
  2. Tantas delícias entre a luz das amoras e o tendão de Aquiles...
    Gostei muito, José Carlos.
    Querido amigo, beijo!

    ResponderExcluir
  3. Caro José Carlos, aqui é a Primavera que desponta, aí o Outono, mas temo que ambos se econtrem "entre a luz das amoras/e o tendão de Aquiles"
    Abraços e bom início de fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. tem hemisférios
    neste poema
    um norte floreando
    um sul
    em renovação

    no centro
    tanta vida pulula
    quando o sol
    dos teus olhos
    incide bem forte

    (Joelma B.)


    Teu texto é inspirador!

    Beijos, poeta admirado!

    ResponderExcluir
  5. Que bonita declaração de amor , José Carlos , " entre a luz das amoras e o tendão de Aquiles . " Beijos

    ResponderExcluir
  6. OI JOSÉ CARLOS!
    BONITO TEU TEXTO, TRAZENDO A MELANCOLIA DO OUTONO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. E que farias tu?

    Por aqui, chegou a primavera.
    Desejada, mas deixou que a visita do inverno se prolongasse um pouco mais. Farta deste tempo, resta-me aproveitar o vento frio e pensar que bom sentir.

    Desejo que 'as escarpas do silêncio' tomem outras formas e desfrutem do girar do tempo.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  8. [floriu na minha pele

    sua poesia amanhecente]

    beij0

    ResponderExcluir
  9. Voltei.
    Gosto do que diz o outro eu...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. E o que faríamos nós? _ boa pergunta hem?.rs
    lindo lindo lindo
    adoro as noites friinhas do outono _ vai chegar ...
    Gosto muito das tuas palavras 'navegáveis', tem um balanço gostoso.
    deixo abraços

    ResponderExcluir