quarta-feira, 2 de abril de 2014

Transitório



                                       Para Joelma B.



todo poema é grito
e silêncio:

corpo sangrando
à luz
de gestos escandidos

no vácuo
o turvo
à tua frente

é também corpo
labirinto
palavra e abrigo

e depois
de vivido

colhes
no dilúvio do olho
a dor animal.

(José Carlos Sant Anna) 


Visite o meu outro blog 
www.duvidasaquilinasblogspot.com.br 

Visite o site da Quarteto Editora 
www.editoraquarteto.com.br