quarta-feira, 1 de julho de 2015

Adágio



Pensei escrever um adágio
em que o mote fosse um vaso,

mas um peixe
atravessa o meu caminho
enquanto desço um rio
em sentido contrário,
sabendo
que o sou o seu avesso. 

Todas as coisas fazem sentido,
pois nada quer ser mais
porque já é tudo,
é o que descubro
descendo o rio

E se descobrimos
que os peixes flutuam
voluptuosamente
é porque olhamos para água,

se não o fizéssemos,
não os descobriríamos
em sua morada. 

Enquanto escrevia este adágio,
olhava no vaivém das folhas
e na correnteza do rio
o espelho do teu sono.


José Carlos Sant Anna

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A grande musa dos poetas. Inspiradoras palavras. Um maravilhoso e belo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Amigo, seus poemas são lindos demais!
    Os desejos são sempre nossas aflições,
    não dominamos nossos instintos humanos!
    LIndooooooooo!
    Uma semana de luz!!!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. O pensamento nos trai vezes demais.

    Pensamos em vaso e um peixe se atravessa.

    Nada é impossível ao poeta, muito menos a aventura da descoberta de avessos.

    Primoroso, como já nos habituaste.

    Sou fã!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir